24/05/2010

1473 - A lua no teu umbigo (poemas)

Este livro fala-nos sobretudo de paixão. Da paixão completa e absoluta, da voragem centrípeta de dois seres que se procuram para se fundir.
---

José Paulo Vasconcelos

Ed. Esfera do Caos
2010

6 comentários:

José Paulo Vasconcelos disse...

Não é um livro qualquer.

"A lua no teu umbigo" é um livro de poemas e de palavras prenhas de poesia.
Mais do que um livro para ser entendido e explicado, é um livro para ser sentido e saboreado. Melhor ainda, para ser vivido e partilhado...
São poemas que falam da paixão alucinada - "aluada" nas palavras do autor - temperada com o requinte de quem já não é adolescente. É um livro para gente crescida, para gente emocionalmente adulta. Não porque seja obsceno ou chocante. Longe disso! Antes o é delicado e até gentil, mas... tal como para saborear um prato gourmet é preciso ter educado o paladar, para sentir estes poemas debaixo da pele é preciso ter requintado a paixão. E há coisas que só a idade traz...
"Alberto Riogrande" é pseudónimo.
O autor quis refugiar-se por trás de um outro nome que faz jus à largueza das palavras e à torrente dos sentimentos; quis reservar-se num pseudónimo que reflecte a imensidão da lezíria ribatejana onde vive. Não sei por quanto tempo conseguirá continuar a esconder-se, mas pelo menos temos o seu livro.
Recomendo, vivamente, a leitura destes poemas. Não se fica indiferente.

Atrevo-me a partilhar convosco um poema, talvez o mais pequeno de todo o livro:

Futuro indicativo

Queria
que toda a gente
soubesse,
depois dos meus olhos
se fecharem,
que a terra ainda
estremece
só dos meus olhos
te sonharem.

as-nunes disse...

Também eu estou fascinada com estes poemas. E com o seu comentário, citado pelo autor, "os poemas são para ser ditos e ouvidos, ao mesmo tempo que são lidos. A poesia precisa de som."
Costumo ler os poemas de que mais gosto ao meu marido. Li-lhe, ontem, "Futuro indicativo". Talvez um dia nos possamos encontrar, já que andam pelo Ribatejo. Somos de Leiria, mas temos o privilégio de fazer parte de um grupo que todos os meses se encontra na Biblioteca de Alcanena, sob a coordenação do Dr. Óscar Martins, para ler, comentar, ouvir poesia.

Um abraço
Zaida
aavozaida.blogspot.com

juliana disse...

Quis comprar o livro e passei pela bertrand do leiriashopping. Está esgotado há semanas. Felizmente havia na fnac. Comprei e adorei. Já o li várias vezes e quanto mais leio e releio mais gosto.

Obrigado.

Juliana

ana disse...

Umas amigas já me tinham falado do livro. Por acaso até nem sou muito ligada à poesia, mas falaram-me tão bem da escrita do autor que acabei por levar a Lua para casa. Estou surpreendida e encantada.
O livro é muito, muito, bom. Adorei a escrita do autor.

Ana

leonor disse...

Livro original! Fabuloso!
Por alguma razão está no top de vendas poesia da Fnac.
Vou recomendar o mais possível.
Toda a gente a correr para a Fnac!!

Beijinho

Leonor

margaridaaleixo disse...

Eu e o meu marido somos professores e amantes de literatura, em particular de poesia.
Alberto Riogrande é um autor de grande talento,sem dúvida. A escrita é intensa, muito bela, mas o que mais entra no espírito, e na pele, é uma criatividade artística sui generis e a virilidade poética, incomuns.
Parabéns!

Maggy e João